Infopragas conheça um pouco mais



  BROCA

Hábitos

As Brocas são pragas capazes de sobreviver em condições de baixa umidade. Elas são encontradas em livros, couro, madeira, forros, batentes, tecidos, gesso e até cabos elétricos.
Na fase larval as brocas vão ter seu comprimento variando entre 1 e 7mm, com coloração castanho próximo ao preto, muitas vezes sendo recobertas por finos pêlos. A fase larval se dá integralmente no interior da madeira. Quando adultos tornam-se besouros, criam asas e abandonam tal local, deixando orifícios visíveis a olho nu.
As espécies urbanas encontradas são aquelas pertencentes às famílias Anobiidae e Lyctidae, sendo a Anobium punctatumLyctus brunneus. Dentre as brocas, as Anobiidae são as únicas capazes de digerir a celulose, componente primário da madeira. As demais somente a ingerem, expelindo a madeira sem digeri-la.

Ciclo de vida

Na eclosão dos ovos surgem pequenas larvas que vão se alimentar da madeira, formando galerias e túneis. Quando a larva está na iminência de se tornar uma pupa, ela migra para regiões mais superficiais da madeira. Durante esse período ocorrem inúmeras transformações até se atingirem características adultas. O adulto é caracterizado por um pequeno besouro que também não vai se alimentar. Ele vai perfurar a madeira até atingir a sua superfície, abandonando-a em busca de um parceiro para o acasalamento. As fêmeas fecundadas retornam a madeira para a oviposição. As Lyctidae vão procurar madeiras ricas em amido para a oviposição. Possuem um ciclo de vida bastante variável, determinado pelas condições ambientais as quais estão submetidos. Em condições ótimas de temperatura, umidade e nutrição, o seu ciclo pode ser extremamente curto, atingindo a maturidade aos 4 meses.
As Anobiidae vão procurar madeiras geralmente não polidas, relativamente moles, assim como pequenas frestas para a oviposiçao. Possuem um ciclo de vida mais fixo, com a eclosão variando entre catorze e dezoito dias, uma fase larval de cerca de um ano e uma fase de pupa de cerca de três semanas.

Algumas espécies   para conhecer mais clique na espécie.

BROCA ANOBIIDAE

Sobre

Indivíduos que compõe a família Anobiidae possuem hábitos alimentares variados. Aqueles que são xilófagos preferem madeiras antigas e macias, uma vez que ao longo do tempo a composição destas se modifica e se torna preferencial para eles. São observados por todo o continente Europeu e em climas temperados.

BROCA LYCTIDAE

Sobre

São essencialmente xilófagos, ou seja, se alimentam de madeira. Indivíduos pertencentes à família Lyctidae procuram partes da madeira ricas em amido, principal fonte de alimento destes seres. Sendo assim, a deposição de ovos e o local de vivência dos lictídeos são determinados pela presença de tal substância.
São constantemente encontrados em assoalhos de casas. Possuem distribuição geográfica muito ampla, sendo encontrados em todo o globo.

 

Importância para a saúde

As aranhas são animais peçonhentos, injetando veneno por meio de um par de glândulas que se encontra em suas peças bucais. A gravidade do envenenamento varia de acordo com o local da picada, a sensibilidade individual, entre outros, sendo indicado procurar assistência médica em caso de acidente. Os acidentes com a aranha marrom geralmente ocorrem no verão em ambiente domiciliar, quando a aranha escondida em uma vestimenta ou toalha é inadvertidamente prensada contra a pele da vítima ou enquanto esta dorme. Já os acidentes com aranhas armadeiras ocorrem em geral quando manipula-se frutas, ou no ato de calçar os sapatos, local onde estas aranhas costumam se abrigar. As aranhas de grama picam ao serem pisadas ou quando impossibilitadas de fugir.

Medidas Preventivas

Manter limpos quintais, jardins, sótãos, garagens e depósitos, evitando acúmulo de folhas secas, lixo e demais materiais como entulho, telhas, tijolos, madeiras e lenha;
Ao manusear materiais de construção, usar luvas de raspa de couro e calçados, pois nestes materiais elas podem estar abrigadas;
Rebocar paredes e muros para que não apresentem vãos e frestas;
Vedar soleiras de portas com rolos de areia;
Usar telas em ralos do chão, pias ou tanques;
Acondicionar o lixo em recipientes fechados para evitar baratas e outros insetos, que servem de alimento a aranhas;
Realizar roçagem de terrenos;
Preservar os inimigos naturais: aves de hábitos noturnos - coruja, joão-bobo, lagartos, sapos, galinhas, gansos, macacos, quatis, etc. (na zona rural).